posted Há 2 anos / with 1 notes + reblog
#meus  #textos  #pt7 

~ Sentaram-se em um banco que estava posicionado de frente para o horizonte. Ele começou:

-O que está acontecendo com você estes dias?

-Comigo?

-É. Você não conversa mais como antes e, às vezes nem fala comigo…

-Olha, se tem alguém que mudou bastante esses dias, esse alguém você.

Ele se cala e pensa um pouco. Ela continua:

-Você tem se fechado em um canto sem conversar, sem se misturar, sei lá, totalmente diferente do que você era antes.

-E por que você se aproximou?

-Porque eu não consegui mais ficar longe de você. Porque eu precisava saber o que você tinha, eu precisava te ajudar…

-Você se importa tanto assim comigo?

-De um jeito que nem eu sabia!

-Que bom que não sou o único!

-O único?

-Eu também me importo com você…

-Então me diz o que está acontecendo. Me diz por favor! Suas alterações de humor estão me matando!

-Eu… Eu nem sei como te falar isso, masss…

Ele fez uma pausa. Suspirou. Ela ficou mais curiosa ainda. Ele prosseguiu:

-Lá vai: Euteamo!

-O que?

-Eu não vou repetir!

-Eu entendi, mas não consigo acreditar… Mas se você realmente gosta de mim por que nunca tentou se aproximar? Por que sempre se afastava quando eu chegava perto? Por que esperou a minha atitude? Você sempre agiu como se me odiasse…

-Eu agia assim porque não aceitava ter me apaixonado por você. Podia ser qualquer pessoa menos você! Eu sempre te achei demais pra mim e agora acabei me apaixonando. Era tudo o que eu não precisava já que eu sempre pensei que você nunca iria me querer. Aí eu fui tentando abafar isso me afastando de você, mas quando eu comecei a tomar essa atitude você resolveu se aproximar acabando com tudo o que eu tinha planejado. De início, eu pensei que você tinha percebido que eu gostava de você e só quis se aproximar pra me esnobar. Mas aí eu fui te conhecendo aos poucos e vi que não era nada disso. Então eu comecei a aceitar o que sinto e resolvi acabar com a minha “rincha” com você te chamando pra sair. Mas você não queria. Te implorei. Eu precisava te mostrar de alguma forma que eu queria sim ser seu amigo, mas parece que quando eu enfim aceitei a ideia você resolveu desistir de mim.

-Nossa..!

-Tá, eu sou um idiota! Agora você vai me dizer que só me quer como amigo e que não tem como existir nada entre nós porque eu não faço o seu tipo. E você vai me esnob…

Ela começou a rir. Ele parou de falar e ficou sério olhando para ela:

-Do que você está rindo? Você vai mesmo me esnobar?

-Estou rindo de você seu bobinho!

Ela puxou ele pela camisa e tascou-lhe um beijo.

  1. pequena-jubs reblogou esta postagem de un-expectedly
  2. un-expectedly publicou esta postagem